domingo, 21 de outubro de 2018

Início do Projeto e Hoje em 2018



COMO CONHECI O GNU/LINUX E OPENBSD


Bem, eu já tinha visto um Ubuntu GNU/Linux em uma banca de revistas nas já conhecidas e inesquecíveis revistas que vinham com algum CD ou DVD com software ou jogo nestes estabelecimentos ou conseguidas por outro meio como assinatura. Nesta época não cheguei usar nenhuma distro mas e interessava por tudo que era tecnologia, por ser Geek (muitas vezes Nerd também).
Passados alguns anos meu irmão me deu um CD ou era DVD do Ubuntu GNU/Linux que rodei em um sistema Windows em e um modo que havia na live CD/DVD, algo como Testar Sem Instalar ou algo com mesma função. Testei achei leve e gostei do sistema mas como não sabia nada à respeito de como utilizá-lo deixei para uma outra hora à qual nunca chegou até então.
Após estes acontecientos, anos depois vi em um laboratório de informática de Sistemas de Informação um sistema GNU/Linux chamado CentOS que até então não sabia o nome. Vendo também tempos depois um aluno de Sistemas usando o Ubuntu GNU/Linux com a interface ao que parecia Unity ou Gnome. Nesta ocasião perguntei a ele se era muito difícil de usar, e foi-me respondido que não muito (se não me engano). Então pensei em testar qualquer hora (o velho: "depois eu testo".).
Então tepos depois em meados de 2016 usando Windows e depois de ter fracassado em todos os planos estudantis e de trabalho que tinha feito, etc. (tipo de 10 batalhas as 10 foram perdidas), já em extrema depressão passei a frequantar alguma igreja evangélica e comecei a testar distros GNU/Linux, sendo a primeira Ubuntu, sendo que após isso passei para os flavours desta distro que fossem mais leves para meu Desktop que na época tinha uma CPU Pentium 4 64 bits. Flavours estes o Lubuntu e Xubuntu, passando um tempo considerável usando Lubuntu gostei mais do Xubuntu e passei a usá-lo sempre em dual boot com o Windows, ou o 7 ou o 10.
Em seguida ouvi falar em grupos do Telegram (que descobri por estar usando alguma distro GNU/Linux) sobre uma distro chamada Arch Linux. Então pensei: vou instalá-la para ver como é! Ledo engano, sempre dava algum erro meu na instalaçao. Até que pesquisando na internet descobri dois métodos diferentes em montagens de partições (um em uma imagem e outro em um tutorial) que consistia em juntando os dois tutos montar a /, /home em / e /boot em /mnt/boot ou algo assim. Com isso funcionou em uma VM após quase um mês treinando a instalação assim no Windows que usava.
Então quase um ano depois, não era nenhum pouco avançado em usar flags, PKGBUILD e makepkg, usando este Pentium e depois passando a usar o i3 3220 que é semelhante por ser dual core não compilava rápido alguns pacotes principalmente os C++, passei a usar um sistema .deb, no caso o Xubuntu por minha insuficiente capacidade e de meus hardwares. Já no caso dos BSDs, usei o TrueOS um pouco, tentei instalar o OpenBSD umas vezes e voltarei a tentar e o usarei junto co as distros GNU/Linux.
Hoje uso o Xubuntu GNU/Linux (pretendendo claro treinar no estimado Arch S2, etc. em VM), tenho curso de Informática Básica, Manutenção de PCs, Impressoras e Redes de Computadores, estou Cursando Web Design, e Licenciatura em História.
Abaixo tem um vídeo mostrando o Desktop inicial do Projeto e o novo Notebook um pouco melhor Nvidia 2 GB, i5 7ª geração caso queiram conferir. É isso pessoal, muito obrigado pela vossa atenção e pelo vosso tempo!



domingo, 30 de setembro de 2018

INKSCAPE NO XUBUNTU GNU/LINUX

USANDO INKSCAPE NO XUBUNTU GNU/LINUX


I

FERRAMENTAS USADAS NO VÍDEO COM INKSCAPE:
  • Para criar os os retângulos brancos: foi usada a ferramenta retângulo do painel à esquerda.
  • Para copiar o tamanho do retângulo já criado clica-se com o botão direito do mouse no item a copiar seu tamanho e após clica-se no novo item a recebem a cópia do tamanho, clica no menu superior Editar / Colar tamanho / Colar tamanho.
  • Para criar uma sombra como contorno clica-se em Filtros / Sombras e incandescências / Depressão e edite como quiser sua espessura, cor, etc. em Filtros / Editor de filtros / Parâmetros da primitivas de filtro.
  • Ferramenta Texto representada pelo A na barra lateral esquerda no mostrada no vídeo.
  • Ferramenta Seletor representada no vídeo por um cursor de mouse no painel à esquerda.
  • Com a Ferramenta Seletor selecionada clica-se 1x no item desejado e clica-se 2x em Preenchimento à esquerda no painel de baixo para a acessar o Desfoque e Opacidade do item e modificá-lo como desejar.
  • Para gravar o vídeo foi usado OBS Studio com a opção plugin Nvenc selecionado.


É isso pessoal, muito obrigado por sua leitura e tempo, até a próxima!

sábado, 11 de agosto de 2018

INSTALAR NAVEGADOR MANUALMENTE



INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO ICECAT E OUTROS NAVEGADORES MANUALMENTE

Olá pessoal, bom dia a todos! pra começarmos baixe a versão atual segundo o suporte de teu sistema neste link:
http://mirror.nbtelecom.com.br/gnu/gnuzilla/
Não esqueça de baixar os suportes a idiomas .xpi que você quiser para interface na pasta langpacks contida neste mesmo link:
Para instalá-la basta clicar com o botão direito no arquivo baixado escolhendo “Abrir outro aplicativo” ou com “Usar comando personaliz
ado” depois de instalar e configurar o navegador claro.
Copiar arquivo para /opt
Abra o terminal e digite:
cd Downloads
sudo cp -r icecat-NºVersão.tar.bz2 /opt

Extrair Arquivo:
cd /opt

sudo tar -jxvf icecat-NºVersão.tar.bz2
Mudar permissão:
sudo chown -R root:users /opt/icecat
Fazer executável:
sudo chmod 750 /opt/icecat
Criar link em /bin
sudo ln -s /opt/firefox/firefox /usr/bin/icecat
Criar atalho para o menu:
sudo touch /usr/share/applications/icecat.desktop
Edite as informações do atalho: Acesse e edite com Nano ou com seu editor favorito no endereço abaixo.sudo nano /usr/share/applications/icecat.desktop
E cole o seguinte código abaixo (se os endereços abaixo estiverem errados atualmente mude pelos das pastas do /opt/icecat adequadas):
[Desktop Entry]
Encoding=UTF-8
Name=IceCat     
Name[pt_BR]=Icecat
Comment=Browse the World Wide Web
Comment[pt_BR]=Navegue na Internet
GenericName=Web Browser
GenericName[pt_BR]=Navegador Web
X-GNOME-FullName=IceCat Web Browser
X-GNOME-FullName[pt_BR]=Navegador Web IceCat
Type=Application
Terminal=false
Exec=/usr/bin/icecat %U
Icon=/opt/icecat/browser/icons/mozicon128.png
Categories=Network;WebBrowser;
MimeType=text/html;text/xml;application/xhtml+xml;application/xml;application/v$
ml;application/rdf+xml;image/gif;image/jpeg;image/png;x-scheme-handler/http;x-s$
StartupNotify=true


Salvar
Salve e saia com ctrl + X (se tiver outro navegador com mesmo nome, pasta, atalho será necessário removê-lo sendo necessário pesquisar
como removê-lo completamente), ou salve e saia da maneira permitida por seu editor favorito.
Seu navegador assim está pronto para uso no menu de aplicativos.

Fonte: Soma dos tutoriais dos usuários m4iir1c10 e h4rd3r respectivamente nos endereços abaixo.


quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Pós Instalação Xubuntu ou XFCE

Configurações de Painéis no Xubuntu


Clique nas fotos para ampliá-las:
Adicionar novo painel: para adicionar o painel desejado, clique no painel visível com o botão direito do mouse e escolha a opção "Preferências do painel"[...]

[...] feito isso clique na opção "+" verde acima para adicionar o novo painel (na imagem está circulado de vermelho) e escolha faça as configurações nesta imagem. Então mova o painel para o lado que desejar e nesta aba por fim marque "Travar Painel".

Agora clique com o botão direito do mouse em seu novo painel e escolha a opção "Adicionar novos itens..." destacado nesta foto [...]
[...] escolha como destacado a opção lançador.
Clique sobre seu lançador recém adicionado e escolha a opção "Propriedades".

Eis que se-lhe abre a janela "Propriedades" do lançador ao que lhe convém clicar no "+" em destaque para abrir a janela à direita "Adicionar novo item", e em "Pesquisar" (como mostrado na imagem abaixo) busque o pacote que você instalou (pode ser outro nome mostrado na interface, e isso pode-se verificar no "Menu de aplicativos"), selecione-o e clique em "Adicionar" e assim será adicionado seu atalho. Repita este passo neste atalho adicionado e acrescente novos atalhos em "Propriedades" deste mesmo lançador.





Alí nas "Propriedades" do lançador, clique na aba "Avançado" e em "Posição do botão de seta" escolha a opção "Dentro do botão" como destacado na imagem abaixo.




Finalmente terminadas as adições de teus lançadores e itens nestes, clique na opção do meio "Aparência" e diminua o "Alfa" a zero. Sendo que para abrir as preferências deste painel criado deve repetir o '1º passo clicando como o botão direito do mouse no painel e escolhendo as opções adequadas selecionando também o devido número do painel escolhendo-o ao lado esquerdo do "+" destacadas nesta imagem, e no 1° passo abaixo respectivamente:




Muito obrigado pelo seu tempo dedicado a este post e que o Senhor Jesus Cristo continue vos abençoando sobremaneira! Abaixo segue um vídeo mostrando o resultado destas configurações:

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Novos detalhes do Atari VCS


Novos Detalhes do Atari VCS


Hoje 30 de Maio de 2018 a Atari abriu a campanha de pré venda do seu novo console, o Atari VCS (Video Computer System) que rodará sob um Sistema/Linux modificado pela empresa. Mas o que muitos não perceberam são os detalhes que foram revelados do console, veremos isso abaixo.


Joystick Clássico: como já noticiado antes, o Atari VCS terá o seu famoso joystick clássico com um manche e um botão. Até aí já conhecíamos isto, mas eis que nos foi mostrado neste novo velho amigo dois botões: Página Inicial/Home e Voltar (para a página anterior).

Integração do dispositivo e hardware: o dispositivo terá integração com plataformas de stream, redes sociais e compartilhamentos em posts, música e controle moderno além de microfone.



Clássicos e modernos jogos: terá os jogos clássicos da Atari e a coleção Atari Valt, e ao que tudo indica jogos 2D a 3D indies e de grandes produtoras.





Sistema Linux do Atari VCS: o sistema do Atari VCS é um Sistema/Linux modificado com interface parecida com Android TV e Netflix tendo como destaque os menus Últimos jogados, Atari, A-Z, Apps (softwares, pacotes para Linux), e os populares jogados/comprados.




Cursor: a presença do cursor com agilidade de um PC pode indicar suporte mesmo que só no futuro a teclado e mouse, o que pode indicar o uso do console também como desktop/Pc de mesa.


Novos jogos: eis que nos é mostrado um dos games ou game pra test 2D do console nos mostrando suporte a engines modernas com Game Maker e Godot Engine onde se fazem facilmente estes jogos, e também com outras engines mais potentes pode-se fazer jogos 3D com poder gráfico maior como os AAAs. É isso pessoal, obrigado pelo vosso tempo de leitura, que o Senhor Jesus Cristo continue vos dando as coisas boas que é ele que dá e até a próxima.


Todas as imagens desta matéria e todos os seus direitos são de propriedade da Atari, Inc. e do projeto Atari VCS em seu canal do You Tube, e do You Tube dado que é resultado de captura de tela.

Início do Projeto e Hoje em 2018